DF - SERGIO MORO-MINISTRO DA JUSTIÇA - POLÍTICA - O Ministro Segio Moro, durante,Audiência pública na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da camaraa dos Deputados em Brasilia nesta quarta 8 08/05/2019 - Foto: RENATO COSTA /FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Celular do ministro Sérgio Moro foi invadido por hackers.

O ministro da Justiça Sergio Moro teve seu smartphone hackeado na última terça-feira (4), de acordo com a Folha. A Polícia Federal investiga o caso para buscar entender de onde o ataque hacker teve início.

Hacker fuçou no celular do ministro e trocou mensagens no Telegram

Segundo o ministro, uma ligação recebida por volta das 18h de terça-feira, do seu próprio número, levantou um estranhamento. A invasão no celular de Moro durou seis horas e, segundo as informações divulgadas, aplicativos de mensagens — como WhatsApp e Telegram, por exemplo — foram utilizados. No caso de Moro, ele também foi informado de que estariam sendo trocadas mensagens em sua conta do Telegram.

A invasão aconteceu durante entre 19h de terça e 1h de hoje (5). A linha utilizada por Sergio Moro foi cancelada.

Bolsonaro ignora Abin

Em fevereiro, uma notícia indicou que o presidente Jair Bolsonaro também não era adepto da cibersegurança. Acompanhe:

O presidente Jair Bolsonaro tem uma relação de proximidade com o WhatsApp que ultrapassou até pedidos expressos da Agência Brasileira de Inteligência (Abin): Bolsonaro usa o aplicativo como meio de comunicação entre seus ministros, autoridades, governadores e qualquer tipo de comunicação presidencial. A Abin não acredita que essa seja a saída mais segura como forma de comunicação.

você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia Mais