Ações da Intel sobem 5% após sinal de melhoras na produção de componentes em 10nm

Intel's logo is pictured during preparations at the CeBit computer fair, which will open its doors to the public on March 20, at the fairground in Hanover, Germany, March 19, 2017. REUTERS/Fabian Bimmer

Não é novidade que a Intel tem encontrado problemas em produzir o volume de componentes em 10nm que o mercado tem demandado para seus processadores. Mas o outro lado dessa luta mostra que ainda existe forte interesse nos produtos da empresa e é isso que foi mostrado na primeira boa notícia em relação à fabricação da Intel, que fez o valor de suas ações no mercado aumentarem em 5%.

O relatório vei o de Steve Mullane, da BlueFin Research Partners, que afirmou que é possível que a Intel consiga entregar uma produção mais volumosa do processo em 10nm antes do esperado. A previsão estava caindo para os arredores de junho de 2019, mas Mullane está vendo a possibilidade das coisas melhorarem entre o final de 2018 e início de 2019. Ele afirma ainda que pode ser que a entrega dos componentes com essa litografia aconteça entre quatro ou seis semanas antes do prazo estipulado para junho de 2019, o que empolgou investidores.

Como seria de se esperar, boas notícias para a Intel são más notícias para a AMD. O “lado vermelho da força” viu o valor de suas ações caírem em 3,6 % no mesmo período em que as ações da sua concorrente subiram. No fim do dia a Intel fechou com alta de 3,55% e a AMD com baixa de 7,65%.

 

Hostinger

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui