GameClube Portal de Notícias de games

De azarão a campeão: “Rangchu” conquista título mundial de Tekken 7

381

Em um torneio marcado por reviravoltas, zebras e lutas emocionantes do incício ao fim, o sul-coreano Hyeon-ho “Rangchu” Jeong conquistou o título da Tekken World Tour Finals, campeonato que reúne 20 melhores jogadores do mundo de Tekken 7. Jogando com a personagem Panda, raramente escolhida por jogadores profissionais, “Rangchu” desbancou vários favoritos ao longo da campanha e venceu o compatriota Byung-moon “Qudans” Son, nº 3 do mundo, na grande decisão.

Rangchu entrou no torneio apenas como 12º melhor ranqueado entre os 20 participantes (a 20ª vaga foi definida via classificatória aberta) e sem nenhum título na temporada, apesar de ter ficado entre os cinco primeiros em seis torneios. Por isso, não figurava entre os favoritos. Mas quando o torneio começou, o sul-coreano mostrou desde as primeiras partidas que seria um adversário difícil e terminou a primeira fase na liderança do grupo A, com três vitórias e uma derrota.

Na semifinal da chave dos vencedores, “Rangchu” encarou o líder do ranking mundial, Jae Min”Knee” Bae, e foi derrotado por 2 x 0. Com o revés, ele foi enviado para a chave dos perdedores. Dali em diante, porém, o sul coreano passou a dominar seus adversários com os combos pouco convencionais de Panda. A primeira vítima foi o nº 2 do ranking mundial, Sang-hyun “Jeondding” Jeon. “Rangchu” conseguiu anular os combos rápidos do Eddy de “Jeondding” e fechou a série em 2 x 0.

No duelo seguinte, “Rangchu” despachou Seong-ho “Chanel” Kang também por 2 x 0 e avançou à final da chave dos perdedores, numa revanche contra “Knee”. Em uma série melhor de 5 com vários rounds decididos por uma margem mínima e lutas muitas vezes definidas nos segundos finais, “Rangchu” conseguiu segurar a pressão imposta por “Knee” com Devil Jin e aproveitou os golpes carregados de Panda para fechar a série em 3 x 1.

Emoção até os últimos segundos

A grande decisão contra “Qudans”, que vinha invicto no torneio e, por isso, precisava ser derrotado em duas séries melhor de 5, foi muito semelhante ao duelo contra “Knee”. Novamente encarando um adversário conhecido pelos combos extremamente precisos com Devil Jin, “Rangchu” precisou ter paciência para contra-atacar com Panda, uma das personagens mais lentas de Tekken 7. Com vários rounds decididos nos detalhes, o azarão fechou a primeira série contra o nº 3 do mundo por 3 x 1 e resetou a tabela.

Na série que decidiu o título, os combates mais uma vez foram marcados pelo enorme equilíbrio. Após vencer a primeira luta por 3 rounds a 2, “Rangchu” viu “Qudans” responder com um 3 x 0. Na sequência, ele aplicou um 3 x 1 sobre o nº 3 do mundo, com direito a uma virada que parecia impossível no quarto round.

Na luta que encerrou a competição, “Rangchu” venceu os dois primeiros rounds com facilidade e se aproximou do título. No terceiro round, ele abriu boa vantagem sobre “Qudans”, mas viu o adversário se aproximar da virada antes de finalizar a luta com um soco fraco de Panda. Um movimento simples, mas suficiente para impedir a tempo o combo que daria a vitória a “Qudans” e manteria a decisão aberta.

Com o título da Tekken World Tour Finals, “Rangchu” conquistou o prêmio de US$ 7,5 mil (R$ 29 mil). E como já é tradição no cenário competitivo de Tekken 7, os quatro primeiros colocados do torneio foram da Coreia do Sul, país que tradicionalmente domina a cena competitiva do jogo.

Confira o top 8:

  • 1º –  Hyeon-ho “Rangchu” Jeong (Coreia do Sul)
  • 2º – Byung-moon “Qudans” Son (Coreia do Sul)
  • 3º – Jae Min”Knee” Bae (Coreia do Sul)
  • 4º – Seong-ho “Chanel” Kang (Coreia do Sul)
  • 5º – Jimmy “Jimmytran” Tran (Estados Unidos)
  • 5º – Sang-hyun “Jeondding” Jeon (Coreia do Sul)
  • 7º – Daichi “Nobi” Nakayama (Japão)
  • 7º – Joseph “Joey Fury” Bennett (Estados Unidos)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.